Dutos em Ar Condicionado: entenda um pouco melhor


Em quase todas as obras de HVAC os dutos estão presentes. Seja para distribuição de ar condicionado ou até mesmo um simples exaustor de sanitário.

Como principais aplicações podemos citar:

  • Dutos de distribuição e retorno de ar condicionado;

  • Dutos de ar externo;

  • Dutos de exaustão de sanitários ou DML;

  • Dutos de exaustão de cozinhas profissionais;

  • Dutos de pressurização de escadas;

  • Dutos de extração / controle de fumaça;

  • Dutos em ambientes corrosivos como piscinas;

  • Dutos de processos industriais em atmosferas inflamáveis ou potencialmente explosivas.

O objetivo dos dutos é permitir com que o ar seja conduzido de um ponto até outro. Seja dos equipamentos de ventilação ou ar condicionado que movimentam o ar para frente no sentido da distribuição no espaço atendido, ou pela sucção do ar para rejeitar em ambiente externo.


Para que essa movimentação ocorra de maneira correta, é importante que o fluxo de ar não enfrente grandes dificuldades para a passagem de fluxo, gerando as conhecidas “perdas de carga”.


Quando a velocidade do ar dentro dos dutos é aumentada, aumenta-se também as perdas de carga, que nada mais é do que o grau de dificuldade que o ar tem para atravessar todo o percurso imposto pelo duto.


Curvas, desvios, derivações e a rugosidade interna são os principais fatores que influenciam nas perdas de carga, sendo todos estes fatores dependentes da velocidade imposta. Por exemplo, uma curva pode ter um grau de dificuldade a depender da velocidade imposta.


Assim, além dos dutos terem que ser precisamente projetados e instalados, a escolha do material do duto e tipos de fechamentos a serem utilizados também implicam na distribuição do ar e confiabilidade dos sistemas. O ponto de atenção é quanto à estanqueidade do duto. Vazamentos inferem perdas diretas de energia.


São diversas as possibilidades, que devem ser selecionadas a depender da aplicação, distância, características construtivas da edificação, durabilidades, entre outros.

A seleção e instalação correta dos dutos é fundamental para a boa performance dos sistemas. Assim, é importante também que as conexões sejam seguras, que os dutos estejam limpos no seu interior e que resista a passagem de ar, sem soltar partículas ou sofrer corrosão.


A empresas SMACNA são especialistas em instalações com alto grau de confiabilidade e segurança, sempre baseadas nas diretrizes do Manual “HVAC SYSTEMS DUCT DESIGN”. A SMACNA é referência mundial no desenvolvimento de normas para construção de dutos.


Autor: Eng. Ariel Gandelman

Revisão Técnica: Felipe Raats Daud e João Carlos Correa

77 visualizações0 comentário