Seleção do Sistema de Ar Condicionado



A decisão do tipo de Sistema de Ar Condicionado a ser adotado nas edificações é um processo extremamente importante. Esta etapa ocorre em geral no estudo preliminar, que é um dos primeiros passos no desenvolvimento dos projetos de HVAC. É importante que seja dedicada atenção especial a este momento, pois é fundamental para a boa performance dos Sistemas e para identificar oportunidades de eficiência energética e sustentabilidade ambiental e financeira já na concepção do sistema. A seleção adequada do Sistema de Ar Condicionado é bastante complexa e deve seguir as boas práticas de engenharia e considerar que a seleção é multifatorial, como:

  • As expectativas dos usuários

  • A correta necessidade das faixas de controle

  • Recursos disponíveis

  • Ciclo de vida e instalação

  • Custos da instalação vs. Custos operacionais

  • Flexibilidade desejada

  • Mantenabilidade desejada

  • Confiabilidade desejada

  • Avaliação das limitações de implementação

Quanto mais complexos os Sistemas de Ar Condicionado, maiores as possibilidades de adoção de soluções não convencionais e que trazem para a instalação oportunidades de qualidade e melhorias, além de reduções de custos, sejam iniciais, ao longo da vida útil dos Sistemas ou ambos. Mas não somente em instalações de alta complexidade a decisão dos Sistemas de Ar Condicionado deve ser embasada e considerada as múltiplas possibilidades. Mesmo em instalações menos complexas, a decisão deve sempre levar em consideração os múltiplos fatores relacionados e todas as equipes envolvidas. São múltiplas as possibilidades de Sistemas de Ar Condicionado e a possibilidade de sair do convencional, portanto é importante adotar as melhores soluções e que respondam às necessidades reais da operação, considerando todos os fatores envolvidos. São exemplos de soluções não tão convencionais e que podem ser levadas em consideração:

  • Termo-acumulação;

  • Sistemas de água gelada com Delta T diferente do tradicional 7 – 12,5°C;

  • Chillers em série;

  • Uso de tecnologias de economia de energia como os diversos tipos de free-cooling;

  • Rodas entálpicas;

  • Válvulas de controle de fluxo inteligentes.

São fundamentais para o sucesso do projeto um especialista de ar condicionado capacitado e o envolvimento do cliente / usuário em todos o desenvolvimento. O Manual SMACNA Energy Systems Analysis and Management é uma publicação de referência e que pode embasar tecnicamente as tomadas de decisões. Autor: Eng. Ariel Gandelman Revisão Técnica: Felipe Raats Daud e João Carlos Correa

34 visualizações0 comentário