Sistemas de HVAC na Reabertura das Edificações



A Pandemia do Vírus Sars-CoV-2 (COVID-19) fez com que muitos estabelecimentos adotassem o regime de home-office, seja ele total o parcial. Além disso, muitas edificações comerciais, como escolas, academias, entre outros, se mantiveram fechadas por um longo período e, em um segundo momento, operando em capacidade baixa. Com isso, os Sistemas de Ar Condicionado ficaram inoperantes ou operando em baixa capacidade por um longo período.


Se faz importante destacar que, por mais modular que seja o Sistema de Ar Condicionado, nenhum Sistema é projetado para operar nas condições que observamos em muitos negócios, em tão baixa capacidade ou por um período tão longo sem acionar o Sistema como um todo ou parte dele. Além disso, em muitos casos a manutenção preventiva do Sistema de HVAC foi prejudicada, não sendo conduzida na mesma frequência.


Com a reabertura da economia, as edificações estão voltando a ser ocupadas. Assim, se faz necessário aos gestores de facilities e administradores das edificações, programar a reabertura considerando o bom funcionamento dos Sistemas de HVAC. Se por um lado há muitas orientações quanto à limpeza e desinfecção dos espaços, distanciamento social, entre outros, pouco se fala sobre os cuidados a serem adotados para os Sistemas de Ar Condicionado.


A seguir alguns cuidados que devem ser tomados na reabertura (e sempre):

  • Equipamentos de médio ou grande porte não operantes por um logo período devem ser revisados e com a lubrificação adequada;

  • Sistemas que utilizam água seja por água gelada, água de resfriamento ou termo acumulação, deve-se atentar à formação de incrustação, algas, fungos ou bactérias, além de possíveis pontos de corrosão;

  • Limpeza e/ou substituição dos filtros;

  • Nos fancoils e evaporadores conduzir a limpeza interna, das superfícies e das serpentinas;

  • Em muitos casos alguns procedimentos de start-up dos Sistemas podem ser necessários, semelhantes aos que foram na inauguração da Instalação;

  • Torres de Resfriamento necessitam de atenção especial para limpeza e verificação de incrustação;

Na retomada, na maioria dos casos, a ocupação não é a mesma de antes da Pandemia, seja pela mudança no comportamento de ocupação, pela entrada e saída de locatários, tipo de operação conduzida atualmente, flexibilidade de horários, entre outros. Por conta disso, se faz necessário um balanceamento dos Sistemas de HVAC e revisão da lógica de automação, para atender as necessidades de operação com qualidade e identificar oportunidades de eficiência energética. Além da necessidade de operar os Sistemas de Ar Condicionado com maior renovação de ar.


As empresas associadas a SMACNA Chapter Brasil estão preparadas para atender e apoiar a reabertura das edificações de forma saudável e com segurança.


Autor: Eng. Ariel Gandelman

Revisão Técnica: Felipe Raats Daud e João Carlos Correa

8 visualizações0 comentário